quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Cactus

Por Vinicius Dio


A história desse grupo começa ainda na década de sessenta, com o Vanilla Fudge, banda essa que era formada pelos fundadores do Cactus Tim Bogert e Carmine Appice. Com o aparente sucesso e a competência musical altíssima dos integrantes do Vanilla e com o fim dessa mesma banda, Jeff Beck e Rod Stewart, convidaram Appice e Bogert para formar um novo grupo. Porém, Jeff Beck se acidenta seriamente e fica impossibilitado de tocar durante algum tempo. Com este fato assombrando os planos de nossos amigos, Bogert e Appice, movidos pela paixão dos palcos, não aguentam ficar parados e resolvem montar a banda estadunidense denominada Cactus. Para integrar o resto do grupo, eles convidaram os seguintes nomes: Rusty Day para os vocais (ex- Amboy Dukes) e o guitarrista Jim McCarty, que tocara no Mitch Ryder Detroit Wheels e no Buddy Miles Express.

(Capa do 1° álbum)
Com essa formação tipicamente talentosa de veteranos, a banda já começa a trilhar a estrada do rock sabendo o que tem de ser feito. Conseqüentemente, levando um som de primeira aos fãs, calcado na linha de um Hard/Blues setentista com uma pitada de psicodelismo em certas músicas.

Dessa maneira o Cactus deixa sua marca e influência cravada no Rock ‘n’ Roll através de belos trabalhos lançados como o seu homônimo de 1970, seguido do disco “One Way... On Another” de 1971, “Restrinction” também de 1971, “Ot ‘N’ Sweaty” de 1972, e mais recentemente “Cactus V” de 2006. Estes discos são aquelas típicas obras, que se escuta uma vez, e não se para de escutar nunca mais...

Simplesmente... FANTÁSTICOS!







Aqui os clássicos nunca morrem! Até a próxima...

@SirAlghouti - V.D.

2 comentários:

  1. nossa... do ultimo trabalho dos caras foi na década de 70 e o mais recente só agora???
    pq demorou tanto???

    ResponderExcluir
  2. Pô curti o som hein! num conhecia... Valew

    ResponderExcluir